Coletor Menstrual: Revolucionando!

Olá garotas!

Hoje eu venho trazer uma dica inovadora, revolucionária, que mudou minha vida.

De início vocês irão achar um tanto esquisita, já que há séculos utilizamos da mesma forma que nossas mães, que utilizam igual as nossas avós, estou falando dos absorventes!

Outro dia minha amiga pesquisando sobre anticoncepcional, leu na lateral da página uma propaganda: DIGA NÃO AOS ABSORVENTES. Ela, muito curiosa, correu para clicar e se espantou com o que viu, o copo menstrual, ou coletor menstrual. Ela começou a ler tudo sobre o tal do copo, ver vídeos e aos poucos o tal do copo a conquistou.

Claro que ela enviou a descoberta para mim, no intuito que eu testasse o tal copo, já que eu que apresentei a ela o OB, e ela adorou, porque não testar o copo?

Conhecendo o Coletor Menstrual

Quando eu vi aquilo eu me assustei, imaginei: credo, que nojo, que horror, este treco dentro de mim? Não vai dar alergia? Não vai me contaminar com bactérias? Deve ser horrível colocar isso lá dentro, e depois tirar e lavar, eca, resumindo, pensei tudo e mais um pouco como vocês, que estão sabendo deste copo pela primeira vez!

Mas o meu lado bióloga falou mais forte, ao ler sobre a quantidade de absorventes que utilizamos no decorrer de toda nossa vida, tudo isso jogado no meio ambiente, aguardando a sua lenta decomposição… e o dinheiro que gastamos, me fez querer ter um copo deste o mais rápido possível!

Fiquei imaginando na maravilha que seria: acordar limpa, sem manchas no pijama; andar na rua e não sentir aquele absorvente; ir para a academia e na hidroginástica sem stress, e o melhor de tudo não sentir, nunca mais, aquele odor desagradável.

Eu e minha amiga fomos pesquisar sites de venda, encontramos diversas marcas, e alguns endereços de lojas em SP, cheguei a encontrar uma loja Vegan na Galeria do Rock (em SP) que apoia a causa. Dentre as marcas que encontramos foram: Misscup, Ladycup, Lunette, Mooncup, etc. Entretanto me espantei quando vi o preço do copinho: R$90,00 :O

Minha amiga uma viciada em compras internacionais foi no site Ebay e achou o copo por 10 dólares. Fiquei desconfiada a principio e passei 3 dias pensando se realmente este copo de 10 dólares seria confiável. Decidi arriscar, além do mais na embalagem descreve o produto como 100% silicone de grau médico e hipoalergênico.

OLYMPUS DIGITAL CAMERA

Comprei, chegou 2 meses depois, paguei R$22,00, pois o frete foi free.

Garotas eu simplesmente AMEI! Vou na academia tranquila, pois sei que não irá vazar; durmo despreocupada, pois com absorvente ficava pensando “será que vou acordar com o pijama sujo?”.

Não me preocupo em ter que ficar trocando nada no decorrer do dia, porque o copo pode ficar lá dentro por no máximo 12 horas. Hoje eu só lembro que estou menstruada quando troco o copo menstrual ao acordar e ao ir dormir.

Achei que iria sentir ele lá dentro quando me movimentasse, nada! Não sinto nada!

Assumo que no primeiro mês foi complicado colocar e retirar, ele cria um vácuo e você precisa apertar pra tirar o vácuo antes de retira-lo, mas é tudo questão de adaptação.

OLYMPUS DIGITAL CAMERA

Como eu uso o Coletor Menstrual

No primeiro dia do meu ciclo, eu fervo o copo em uma caneca (que separei só pra isso) por 3 mins, a fim de esterilizar,  matar as bactérias que podem ter ali. Coloco o copo e começo meu dia. À tarde, retiro o copo, derramo o líquido na privada e lavo o copo na pia do banheiro, com água da torneira, recoloco o copo. No último dia do meu período eu fervo o copo novamente e guardo, fervo antes de guardar a fim de matar as possíveis bactérias que estão ali.

Algumas garotas utilizam produtos específicos para limpar, como o gel de limpeza, que é vendido pela própria empresa que vende o copo, outras usam lenço umedecido, outras água com sabão neutro. Eu optei por usar somente água e às vezes um sabão neutro, pois li que sabonetes perfumados podem irritar a mucosa vaginal e danificar o copo.

Abaixo informações técnicas e curiosidades:

História do Coletor Menstrual

O coletor menstrual é produzido industrialmente desde a década de 1930, mas existem registros de coletores rudimentares circulando desde 1867.

Na década de 1950, logo após o fim da Segunda Guerra Mundial foram fabricados copos menstruais nos Estados Unidos; a fabricação foi interrompida sem lucros anos depois, em 1963, por carência de látex, e por não ter se tornado muito popular, devido à opinião das mulheres. Elas o achavam muito grande, rígido e pesado, além da questão cultural que envolve a manipulação da genitália e das secreções vaginais.

Desde 1987 é fabricado, também nos Estados Unidos, o coletor The Keeper, feito em látex. Foi se tornando bastante popular por ser reutilizável e duradouro, permitindo grande economia de dinheiro ao longo dos anos; o coletor recebeu boas críticas dos médicos, que o julgaram extremamente seguro, inócuo e capaz de reduzir a ocorrência de infecções genitais comumente relacionadas ao uso de absorventes externos (tanto descartáveis quanto reutilizáveis) e tampões.

Nos últimos anos, os coletores vêm sendo fabricados em materiais alternativos como o silicone médico, por conta da possibilidade de alergia gerada pelo uso do látex.

Benefícios do Coletor Menstrual

São várias as razões para a escolha de um coletor menstrual ao invés de absorventes tradicionais:

  • Economia – os coletores podem durar até 10 anos quando recebem cuidados adequados. O custo inicial de um coletor é maior do que o dos absorventes tradicionais, mas este custo é dissolvido ao longo do tempo de uso.
  • Consciência ambiental – com os coletores reutilizáveis, apenas o fluxo menstrual é descartado, o que contribui para menor produção de lixo. O algodão utilizado pela maior parte dos fabricantes de absorventes é alvejado, o que pode ser muito prejudicial ao meio ambiente e deixa traços de dioxina (um possível carcinógeno) no algodão.
  • Conforto – o coletor menstrual é utilizado internamente, no canal vaginal. O coletor não causa sensação de peso e não incomoda ao urinar. Também não altera as condições de umidade, pH e flora vaginal, por ser feito de silicone e não ter função absorvente. O coletor também pode ser usado durante atividade física na água e fora dela.
  • Baixo risco de infecções – não há casos relatados de Síndrome do choque tóxico (sigla SCT, geralmente ligado ao uso de tampões tradicionais) em mulheres que usam o coletor. Quando usados corretamente, os coletores não aumentam os riscos de infecção. Há estudos que comparam a ocorrência de casos de endometriose entre mulheres que usam o coletor, mas não há evidências suficientes de que o dispositivo aumente a probabilidade de desenvolvimento de qualquer desordem de saúde.
  • Comodidade – os coletores têm capacidade para um volume de fluxo muito maior do que os tampões ou absorventes, o que permite um uso muito mais longo mesmo entre mulheres com fluxo intenso. (fonte: http://pt.wikipedia.org/wiki/Coletor_menstrual)

Como colocar o Coletor Menstrual?

blog copo mesntrual como colocar

 
Você sabia?

Em média, as mulheres gastam quase R$ 9.000,00 em absorventes descartáveis. Você gasta aproximadamente R$ 210,64 por ano!!!!!
(Fonte: www.misscup.com.br).

Tudo isso sem falar no benefício ao meio ambiente evitando a grande produção de lixo com o uso de milhares de absorventes!! :D

O que vocês acharam do coletor menstrual? Comentem!

Bióloga, apaixonada pela natureza e pelos animais. Amo cuidar do meu cabelo, passear com meus cachorros. Inconformada com a injustiça, busco fazer a diferença neste mundo.

Comments

30 respostas a Coletor Menstrual: Revolucionando!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>

Sorteio Lingerie
Meu Big Chop
 
Find us facebook
Cronograma Capilar